Você não pode mudar o passado, mas pode mudar o amanhã com os teus atos de hoje.

A vida é muito curta para ser pequena.

“Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará tranqüilo, sem receio do mal. (Provérbios 1:33)”
Seguros Na Ponta da Corda

Um grupo de botânicos estava procurando por uma rara flor existente no Himalaia. Ao encontrar o que buscavam em um local de difícil acesso, junto a um precipício íngreme,

ofereceram uma quantia em dinheiro a um menino da localidade caso ele pudesse ajudá-los a chegar até o lugar onde a flor se encontrava. O menino [pediu aos botânicos que aguardassem um momento e correu até a sua casa, retornando alguns minutos depois com seu pai. Oferecendo a um dos homens uma ponta da corda que seu pai havia trazido, disse-lhe que poderia descer sem medo porque estaria bem seguro para

recolher a flor que tanto almejava.

Assim deve acontecer com nossas vidas cristãs. Enquanto Deus está segurando uma das pontas da corda, precisamos seguir fielmente a Sua vontade, segurando a outra ponta e crendo que desta forma, estaremos seguros porque Ele não permitirá que venhamos a cair.

Quão difícil é trilhar os caminhos da vida sem a certeza de que chegaremos ao lugar proposto. A estrada pode ser longa e cheia de obstáculos e precisamos ter a certeza de que, nesta busca por nossos sonhos e realizações, mesmo que tenhamos de enfrentar montanhas ou precipícios, estaremos seguros e com a vitória garantida.

A melhor maneira de conseguirmos os objetivos sem riscos de nos perder ou cair pelo caminho é estarmos ligados a Deus em todos os momentos. Ele disse que “estaria conosco todos os dias” basta que seguremos a ponta da corda que nos oferece e não correremos o perigo de fracassar seja qual for a circunstância que nos envolva.

Você sente insegurança no caminhar diário? Segure a ponta da corda que Deus lhe preparou!

Paulo Barbosa, Pr.
Anúncios
Há seis requisitos necessários a todo casamento feliz: o primeiro chama-se Fé e os outros cinco, Confiança.
Elber Hubbard

Os casamentos felizes são edifícios que têm de ser reconstruídos todos os dias.

“Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consumem… (Mateus 6. 16 a 20)”
Nesta vida natural, lutamos a cada dia para sobrevivermos. Nesta luta estabelecemos alvos, despertando o anseio por conquistas. Ocorre que, por vezes, valorizamos demais estas conquistas. Tudo o que alcançamos no tempo presente só terá valor nesta vida efêmera. Todas as coisas naturais estão sujeitas às traças e ferrugens que as consomem; ou seja, a corrupção e injustiça que imperam em nossos dias.

Nossa vida passa muito rápido e o valor dela não está nas conquistas materiais mas sim no que se vive! Se vivemos o amor de Deus, seguindo tudo aquilo que Ele nos ensina através de sua Palavra, seremos felizes e contaremos nossos dias em paz, mesmo que nos sobrevenham dificuldades. Por outro lado, se não vivemos o amor e o desprendimento das riquezas materiais obedecendo aos Estatutos de Deus, certamente seremos infelizes e incompletos durante todos os dias de nossas vidas. Deus deseja que usufruamos do melhor que essa terra pode nos oferecer, mas, Ele não deseja que nossos corações estejam ligados aos bens materiais. Ele quer ser o primeiro em nossas vidas. Quer que, antes de tudo, tributemos a Ele a Glória e a Honra que lhe é devida! Ele é o nosso Deus, e somente Ele pode nos fazer felizes!

A palavra coração, na Bíblia, significa vontade, a alma que é o centro da expressão de vontade do homem. Entenda o que a Palavra diz no final desta passagem citada:…Onde estiver o seu tesouro, aí estará o seu coração… Ou seja, onde estiver o que tem valor para você, aí estará ligada a sua alma, ou a expressão maior de sua vontade.

Tome muito cuidado ao escolher os valores de sua vida!

Aldo Ferreti
Amanhã pode ser muito tarde para você dizer que ama, para você dizer que perdoa, para você dizer que desculpa, para você dizer que quer tentar de novo.
Insista! Tente mais uma vez! Só o hoje é definitivo! Amanhã pode ser tarde…

“”O céu e a terra passarão, mas as minhas Palavras não hão de passar.” (Mateus 24.35)”
A Bíblia não é um livro comum. Existem muitos livros: o alcorão, o livro de Buda, o livro de Kardec, etc. Mas a Bíblia é um livro sobrenatural. Foi escrita num período de 1.600 anos, por 40 escritores os mais variados possíveis; escreveram nas prisões, nas cavernas, nas fugas, nas viagens, nos prados, nos palácios, etc. 

Nenhum livro do mundo tentou ser destruído como a Bíblia. Deocleciano (301-304dC) pensou que tinha destruído a Bíblia com sua perseguição. Curiosamente, sua imensa tumba é usada como igreja há mais de mil anos. Voltaire, no século 18, disse: “Eu detesto esse Jesus e a Bíblia. Vou expor a Bíblia cheia de erros e contradições. Cem anos depois da minha morte, não haverá mais cópias da Bíblia. Mas ele morreu de morte trágica. Seis semanas ficou possesso de demônios. Seu quarto estava cheio de visitas. Disse, olhando para a vela: Estou perdido. Após a sua morte, a Sociedade Bíblica comprou a casa de Voltaire e passou a imprimir Bíblias. Sabe por que? Porque é o livro de Deus. Quem o pode destruir?

Eliseu Kessler
A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.

Emerson

Celebre as diferenças; procure harmonia, não uniformidade.

“Não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. (Filipenses 2:4)”
Deixando o Egocentrismo

As conversações revelam o quão as pessoas egocêntricas realmente são. Eleanor Roosevelt, a esposa do presidente americano, podia conversar por duas horas e meia sem se referir a si mesma. No outro extremo, diz-se que Elizabeth Taylor fala dela mesma a cada 90 segundos.

Como tem sido o nosso relacionamento com nossos amigos? Qual a importância que damos a eles e qual o reconhecimento que lhes conferimos? Temos, em nossos contatos comuns, buscado a notoriedade de nossos atos e chamar a atenção para nossas qualidades numa tentativa de impor a nossa superioridade?

Às vezes, mesmo sem perceber, tornamo-nos antipáticos exatamente porque queremos ser o centro das atenções e das conversas. Cada fato parece ter maior valor se tiver acontecido conosco ou se for contado por nós. Ignoramos as qualidades dos outros e mostramo-nos indiferentes às suas conquistas.

Quando nos aplicamos a servir ao Senhor Jesus, aprendemos a dar valor às vitórias de nossos irmãos e amigos. A felicidade deles nos contagiará e, com absoluta certeza, nossos corações também serão mais felizes.

Ao invés de falarmos apenas de nós mesmos, vamos falar de Jesus. A nossa alegria será bem maior, e a de nosso ouvinte também!

Paulo Barbosa, Pr.
O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.
Fernando Pessoa

Continua, apesar de todos esperarem que abandones.

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará. (Salmos 37:5)”
Transformação Gloriosa

Numa colina, próxima a Florença, em um parque que dá vista para aquela famosa cidade, permanece a estátua de Michelangelo, “Davi Matando Golias”. Uma figura de rara beleza, graça e força. O jovem pastor erguendo a mão para lançar a pedra de sua funda. Aquela estátua foi cortada de um bloco de mármore que outro artista havia trabalhado e que fora jogado fora como totalmente inútil.

Será que temos guardado em nossas almas aqueles momentos que tanto mal nos fizeram, que promoveram situações de tristeza e frustração, que nada acrescentaram à nossa vida espiritual ou ao nosso caminhar em direção à felicidade?

O que fazer com aquelas coisas que são inúteis em nossa vida? Como podemos nos livrar das mágoas do passado, da ofensa de um amigo a quem considerávamos muito, da indiferença daquela pessoa especial que tanto machucou o nosso coração, da sensação de fracasso e impotência na busca da realização de um grande sonho?

Todos os nossos pecados, todos os nossos enganos, todos os nossos fracassos, que arrependidos colocarmos com coragem e confiança diante do Senhor, serão reconstruídos por Deus e transformados naquilo que será eterno, bom e verdadeiro.

Deus pode e quer transformar as nossas vidas. Quando tudo parece irremediavelmente perdido, Ele opera marav ilhas e faz renascer em nós a alegria de uma vida plena e abundante. Tão somente precisamos crer e esperar em Sua provisão. Na hora certa e da forma correta a bênção chegará.

Você acha que tudo está errado com você? Deixe Deus agir e se espantará com o resultado!

Paulo Barbosa, Pr.
< b>O amor prefere a luz das velas. Talvez seja isso tudo o que desejamos de uma pessoa amada: que ela seja uma luz suave que nos ajude a suportar o terror da noite.
Rubens Alves
“Consolai, consolai o meu povo, diz o nosso Deus. (Isaías 40.1)”
Irmão, armazenemos reservas de consolação. Consolar era a missão do profeta. O mundo está cheio de corações necessitados de consolo, mas para estarmos capacitados para esse ministério, precisamos antes ser preparados. 

A preparação custa um alto preço, pois, se queremos de fato trazer alívio às pessoas, nós também precisamos passar pelas dores que estão provocando sofrimento e lágrimas em tantos corações nos dias de hoje. Assim, a nossa própria vida se tornará a escola onde vamos aprender a arte divina de consolar. Somos feridos, para aprender, pelo modo como o Grande Médico nos liga as feridas, a da r os primeiros socorros aos feridos, em toda parte. Geralmente não conseguimos entender o motivo de passarmos por certos sofrimentos. No entanto, se deixarmos passar o tempo, mais tarde encontraremos muitos outros, com as mesmas aflições que agora temos. Então poderemos contar-lhes como sofremos e fomos consolados. Enquanto o fazemos, aplicamos nos aflitos o bálsamo que uma vez Deus aplicou em nossa vida. Assim compreenderemos, no olhar faminto e no raio de esperança que afastará dessas pessoas a sombra do desespero, por que fomos um dia afligidos.

Então bendiremos a Deus pela disciplina que nos trouxe aquela reserva de experiência e de aptidão para socorrer.

Do Livro Mananciais no Deserto
Você não está aqui apenas para preencher um espaço ou para ser um figurante no filme de outra pessoa. Pense nisto: o mundo seria diferente se você não existisse. Cada lugar onde você esteve e cada pessoa com quem você já falou seriam diferentes sem você.
“Melhor é o pouco com justiça, do que grandes rendas com injustiça. (Provérbios 16.8)”
A matemática do mundo sem Deus, custa a compreender esta afirmação. Isto se dá porque as pessoas, geralmente estão sempre prontas a buscar o atendimento de seus próprios interesses em detrimento aos demais seres humanos. A vida natural do homem o conduz ao entendimento de que a sua felicidade e plena realização dependem da quantidade de recursos materiais de que dispõe. As Sagradas Escrituras somente confirmam aquilo o que, de alguma forma o homem já sabe. Sua felicidade nunca foi nem nunca será proporcional às suas possessões! Quantas pessoas famosas vivem abastadas financeiramente e, no entanto, vivem debaixo da pressão de uma vida vazia e desprovida de esperança. Muitos vivem intensamente essa busca pelas conquistas materiais e acabam por se corromperem. Quem muito ama e busca ao dinheiro, acaba se tornando escravo dele. Pense nisso. Saiba que o dinheiro será para você, aquilo que você quiser que ele seja. Se desejar que ele seja tudo… Ele será TUDO para você! Se desejar que ele seja somente sua subsistência… Ele será somente sua fonte de subsistência!

Mas quero que saiba que, o dinheiro é importante. Porém a importância do dinheiro está vinculada às mãos que o manipulam. Se utilizarmos bem os recursos materiais, eles serão bênçãos para nós. Mas se, por outro lado, não o utilizarmos devidamente, ele será maldição para as nossas vidas.

Aldo Ferreti

 

Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida
Sandra Carey
“Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados são como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã. (Isaías 1:18)”
UMA BANDEIRA BRANCA

Em seus últimos momentos de vida, a esposa já bem velhinha de um ferroviário, responsável pela sinalização no tráfego dos trens, e que não saía de seu lado junto ao leito, ela disse: “Querido, não se preocupe comigo. Esta noite eu terei uma bandeira branca em minhas mãos enquanto estiver atravessando o túnel. Não uma vermelha, pois, não existe nenhum perigo, nem uma verde porque não há nenhuma dúvida, mas uma pura bandeira branca de segurança para uma pecadora que lavou as suas vestes no sangue do Cordeiro.”

Deus nos avalia de forma diferente daquela que é própria do homem. Se a maneira do Senhor vir as coisas é a correta, devemos então nos apossar da verdade: Cristo pagou o preço dos nossos pecados com seu sangue na cruz do Calvário. Agora, nós, cujos pecados eram como o escarlate, fomos perdoados e transformados e nos tornamos alvos como a neve.

Se conduzirmos nossas vidas sob a direção de Cristo, e se o fizermos esperança, refúgio e fortaleza, e se o apresentarmos a todos os nossos amigos como nosso Salvador, como o Caminho, a Verdade e a Vida, e se o tornarmos nossa sabedoria e justiça, certamente seremos brancos como a neve!

E você, já está de posse de sua bandeira branca que lhe permite andar sob a proteção e direção de Deus, por ter lavado seus pecados no sangue do Cordeiro? Se ainda não, não tarde em buscá-la, para que possa gozar o mais rápido possível da vida abundante e eterna que Cristo veio trazer.

Paulo Barbosa, Pr.
Se você tenta controlar o que não lhe
pertence, perde o que lhe pertence.
Harriet Rubin (escritora americana)
“Porque estou certo de que, nem a morte… nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. (Romanos 8:38, 39)”
OLHAR PROTETOR

Com a morte prematura de sua esposa, um homem volta para casa, após o enterro, juntamente com seu filho que ainda era pequeno. Como não havia nenhuma motivação para fazer qualquer coisa, foram para a cama cedo. Enquanto estava deitado, sofrendo na escuridão com o coração partido, teve o silêncio quebrado pelo pequeno menino que de sua pequena cama fez uma pergunta perturbadora: “Papai, onde está mamãe?” O pai se levantou e trouxe o filho para sua cama. O menino, ainda transtornado e inquieto, fazia perguntas como: “Por que mamãe não está aqui?” ou “Quando ela vai voltar?” Finalmente ele disse: “Papai, se você ficar olhando para mim eu acho que vou conseguir dormir agora.” Logo a seguir, no escuro, enquanto fitava seu filho, agora quieto, o pai orou: “Senhor, entendo como poderei suportar este momento tão difícil. Se estiveres olhando sempre para mim eu serei capaz de encarar o futuro que parece incerto com a confiança e a certeza da vitória.”

Foi isso que Jesus veio nos ensinar: que o olhar de Deus estaria sempre sobre nós. Podemos estar convictos do seguinte fundamento: Deus está conosco nesta caminhada. Nada pode acontecer àqueles que agem de acordo com a vontade de

Deus. Nada pode nos separar de Seu amor.

Que tranqüilidade para nós saber que nos momentos de maiores provações podemos descansar e confiar plenamente no olhar que nos protege, nos sustenta e nos dirige. Sob este olhar, o temor desaparece e as incertezas são aniquiladas e, mesmo que as sombras estejam lhe envolvendo, siga em frente. Deus olha e cuida de você. Logo a luz voltará a brilhar em sua vida!

Paulo Roberto Barbosa, Pr.
Salmo 51
1 Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

2 Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.

3 Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

4 Contra ti, contra ti somente, pequei, e fiz o que é mau diante dos teus olhos; de sorte que és justificado em falares, e inculpável em julgares.

5 Eis que eu nasci em iniqüidade, e em pecado me concedeu minha mãe.

6 Eis que desejas que a verdade esteja no íntimo; faze-me, pois, conhecer a sabedoria no secreto da minha alma.

7 Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve.

8 Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que se regozijem os ossos que esmagaste.

9 Esconde o teu rosto dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades.

10 Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável.

11 Não me lances fora da tua presença, e não retire de mim o teu santo Espírito.

12 Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

13 Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e pecadores se converterão a ti.

14 Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua cantará alegremente a tua justiça.

15 Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca proclamará o teu louvor.

16 Pois tu não te comprazes em sacrifícios; se eu te oferecesse holocaustos, tu não te deleitarias.

17 O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

18 Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.

19 Então te agradarás de sacrifícios de justiça dos holocaustos e das ofertas queimadas; então serão oferecidos novilhos sobre o teu altar.

Descobrir consiste em olhar para o que todo mundo está vendo e pensar uma coisa diferente.
Roger Von Oech

O que a gente esconde é mais ou menos o que os outros descobrem.

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos Céus. (Mateus 5:10)”
FELIZES OS QUE SOFREM

Sofrimento, dor, tristeza, mágoa. Quanta coisa poderíamos dizer sobre esses sentimentos que são tão comuns na vida e na experiência de cada um de nós! No entanto, vamos nos deter a considerar unicamente sobre os sentimentos de que somos possuídos quando seguimos a Jesus, e os reflexos que nos advêm quando decidimos ser obedientes a Ele e à Palavra de Deus.

Essa questão não é nada fácil. Por vezes temos que nos posicionar contra as correntes comuns de práticas erradas, mas que todos acham normal. Estou pensando em coisas como aulas aos sábados, bebidas alcoólicas, novelas e filmes com tramas amorosas, traição e exploração do sexo.

Vamos focalizar nossa atenção num valoroso e fiel cristão. Ele decidiu nortear sua consciência pela Palavra de Deus. Jesus é o seu companheiro constante. É verdade que ele teve problemas no trabalho, na escola, com os colegas e amigos, mas tem a consciência tranqüila e feliz. Ele é um bem-aventurado.

A luta entre o reino de Deus, representado por Jesus e Seus seguidores, e o reino deste mundo, representado pelo inimigo de Jesus e seus adeptos, continuará até o fim dos tempos. Cada um de nós está sendo convidado a se posicionar de um dos lados. Esse conflito vai continuar até que “o reino do mundo se [torne] de nosso Senhor e do seu Cristo”. Apoc. 11:15. Assim, vamos nos colocar, destemidamente, ao lado de Jesus. Vamos manter nossa consciência sempre aferida pelo “assim diz o Senhor” e não pelo “eu acho” ou o que os outros dizem ou fazem. Com Jesus seremos vencedores.

Rodolpho Gorski, Pr.